Total de visualizações de página

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Proposta da ESPM


WWW.semprivacidade.com
Com um desembaraço notável, a mulher sentada ao meu lado, num voo São Paulo/Rio de Janeiro, terminou seu casamento em dois minutos. Pelo celular. Comunicou ao marido, a trabalho em Manaus havia uma semana, que não esperaria seu retorno 
e estaria fora quando ele apanhasse os objetos pessoais. Desligou o aparelho, dirigiu-se a mim e a quem quisesse ouvir. 
“Trabalhamos muito, os interesses se distanciaram, nos tornamos estranhos um para o outro”. O avião decolou, detalhes caudalosos da relação de quatro anos vieram a seguir. Sua intimidade estava aberta à visitação.
A humanidade mudou - e jamais será a mesma - desde que as novas mídias nos tornaram presenças conectadas, em rede, em tempo integral. O mais curioso é que o treino virtual para mostrar até as próprias entranhas contagiou a vida real. Estamos porosos: nossos negócios e deslizes, nossas dores, alegrias e opiniões são partilhados sem constrangimento.” 
Patrícia Zaidan - Revista Claudia - Setembro/2010 - Adaptado.
Com base nas informações do texto e em seus conhecimentos sobre o assunto, redija uma dissertação que discuta as seguintes 
questões: as novas formas de comunicação e redes sociais alteraram realmente os limites entre público e privado? Se este é um 
fenômeno social, aponte algumas das possíveis consequências desse fato, particularmente para a juventude brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Arquivo do blog