Total de visualizações de página

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Proposta de Narração para meus aluninhos particulares

Escreva uma narração cujo começo se dê assim que a jovem grávida fica sabendo que o Juiz negou o pedido dela para realizar o aborto.

Lembre-se de que uma narração precisa apresentar trechos descritivos, isso enriquece a trama.  Mas não exagere, você não tem espaço. Além disso, preste atenção à escolha do narrador, em 1a ( você participa da trama) ou em 3a (você conta a história mas não faz parte dela). 

Lembre-se de inventar um conflito bem "amarrado" para que, depois, possa chegar ao clímax, ou seja, momento de grande emoção que levará ao desfecho ( FIM). Se conseguir isso, vai prender o leitor, seja ele quer for, o corretor ou sua avó.  

Não sinta medo de fazer narração. Desde que você era bebê  já lhe contavam histórias. Chapeuzinho Vermelho é uma delas. É isso, o começo pode ser calmo, você cantava: "Pela estrada afora..."; depois, o surgimento do Mr. Lobo (conflito - medo e suspense); clímax, o lobo pulando sobre a menina ( e avó!) e a chegada dos caçadores que salvam (auxiliares do herói) a menina.


Justiça nega pedido de aborto motivado por má formação de feto

A Justiça de Minas Gerais negou o pedido de uma jovem grávida para realização de aborto devido à má formação do feto. O juiz responsável pelo caso se posicionou afirmando que “nem a ciência nem os homens podem afirmar o que se reserva a esta vida ou àquelas que com ela estão veiculadas”. A decisão, por ser de primeira instância, está sujeita a recurso.  


A grávida afirmou que foi constatada, por exames, a má formação da criança com pequena quantidade de tecido encefálico que poderia indicar anencefalia. O feto estava com 14 semanas e vivo quando o exame foi feito. 

O juiz da 8ª Vara Cível de Belo Horizonte, Jair José Varão Pinto Júnior, fez questão de ressaltar a presença de tecido encefálico na criança e argumentou que não concordava com o pedido já que o aborto não é espontâneo. “Desta forma, há vida. Não nos compete retirá-la. A obstrução desta vida não possui respaldo legal”, destacou o magistrado. 



http://ultimainstancia.uol.com.br/noticia/JUSTICA+NEGA+PEDIDO+DE+ABORTO+MOTIVADO+POR+MA+FORMACAO+DE+FETO_71601.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Arquivo do blog