Total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Ser ético na política: é também saber votar!





Por Márcio Alexandre da Silva
Ética deriva do termo grego ethos: bons costumes que regem ou deveria reger a conduta humana.
Devemos cobrar ética na política. Sem duvida, mas, também temos que ensinar ética as nossas crianças: para que elas apreendam a respeitar e valoriza os colegas da escola; devolver o que emprestou; agradecer; pedir: por favor, com licença e obrigado.
A ética regulamenta as relações humanas e sociais. Na Idade Média os valores éticos predominantes eram os religiosos. Que seguia sempre a dualidade: bem e mal.
Após a revolução iluminista. A fundamentação ética saiu do Teocentrismo, Deus no centro, passando para o antropocentrismo, homem no centro. 
As consequências da mudança desse eixo ético são:
Nesse novo eixo temático ético, a razão, passa ser o guia pessoal: agir eticamente  é seguir a sua consciência. Por isso nessas eleições devemos votar consciente se assim o fizermos estaremos sendo éticos.
Assim Kant define a ética.
“Age de tal modo que a máxima da tua vontade possa valer sempre ao mesmo tempo como princípio de uma legislação universal”.
Aristóteles define: o ser humano, sendo um animal político.
“É evidente que a cidade faz parte das coisas naturais, e que o homem é por natureza um animal político. E aquele que por natureza, e não simplesmente por acidente, se encontra fora da cidade ou é um ser degradado ou um ser acima dos homens, segundo Homero (Ilíada, IX, 63) denuncia, tratando-se e alguém: sem linhagem, sem lei, sem lar.” (Política Aristóteles).
Política é a busca do bem comum.
Na história política do Brasil a partir do descobrimento começamos a viver numa monarquia.
Em 1989 foi proclamada a República; De 1899 a 1930 a primeira etapa da república; em 1930 Vargas implantou a Ditadura; 1964 foi dado o Golpe Militar, regime de recessão e opressão; Em 1985 Sarney foi eleito de forma indireta. Em 1989 Collor foi eleito de forma direta. Com o propósito de acabar com os marajás ficou no poder até 1992; Assume como presidente Itamar Franco, ele nomeia Fernando Henrique Cardoso FHC para seu Ministério; 1994 FHC é eleito presidente e reeleito em 1998; 2002 Lula, operário, sindicalista, semi-analfabeto foi eleito para ocupar o cargo maior da nação.
Fiz esse breve histórico para reafirmar que embora a postura ética não esteja na conduta de alguns políticos, não devemos nunca deixar de vota.
Jamais venda seu voto!
Não anule!
Nem vote em branco!
Foram longo e penosos anos. Muitas vidas foram ceifadas, para que hoje, eu e você pudéssemos escolher os nossos governantes. Não desperdiçamos a luta dos justos que nos antecederam.
VOTE! Obviamente de forma racional, clara e consciente.
Participe do debate no blog: deixe o seu comentário!


leia aqui 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...

Arquivo do blog