Total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

redação da GV/ Rio

REDAÇÃO
Leia o seguinte texto, extraído de uma entrevista do psicanalista e escritor Jurandir Freire Costa:
A partir dos anos 1980, sobretudo, começou a surgir uma série de problemas clínicos que não existiam antes: o fisiculturismo compulsivo,
a bulimia, a obesidade mórbida, a anorexia. Uma extrema obsessão com a aparência física começou a se tornar evidente, forçando o corpo
a se exprimir de um modo novo. O que estava ocorrendo? Ora, tudo indicava tratar-se de alguma modificação no imaginário cultural, que
estava trazendo o corpo para o centro da formação da identidade, dando a ele o lugar de comando nessa formação. O problema então é este:
o corpo a serviço de quê? De si próprio ou de algo que o transcende? Essa é a questão. Quando o corpo começa a ganhar uma autonomia
que ele não deveria nem podia ter, começam os problemas.
Jurandir Freire Costa. Revista de História da Biblioteca Nacional, no. 4, janeiro de 2009. Adaptado.
Tendo em conta as considerações transcritas acima, redija uma dissertação em prosa sobre o tema O sentido do corpo na cultura de nossos
dias, argumentando de modo a expor com clareza seu ponto de vista sobre o assunto.
Instruções:
— A redação deverá seguir as normas da língua escrita culta*.
— O texto deverá ter, no mínimo, 20 e, no máximo, 30 linhas escritas.
— Textos fora desses limites não serão corrigidos, recebendo, portanto, nota zero.
— A redação deverá ser apresentada, de preferência, a tinta.
— A página 2 é destinada ao rascunho e não será considerada na correção da prova.
* As questões das provas do Vestibular foram elaboradas conforme as novas regras do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, promulgado,
no Brasil, pelo Decreto 6.583, em 29/09/2008. No texto escrito pelos candidatos, serão aceitos os dois Sistemas Ortográficos em vigor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Arquivo do blog